Home Favoritos Donativos RSS
counter

 
sábado, 31 de agosto de 2013

O livro Darwin's Doubt é bestseller

O livro Darwin's Doubt (A Dúvida de Darwin), escrito por Stephen Meyer, ocupou um lugar na lista de bestsellers do New York Times. Vejam o vídeo:

O livro Darwin's Doubt está à venda online no Amazon o que já enfureceu muitos darwinistas. Aceda ao site Amazon EUA ou ao site Amazon UKe veja os ataques pessoais e insultos que muitos darwinistas lá deixaram.

Entretanto alguns cientistas deram já as suas opiniões sobre o livro que contrastam com a posição fundamentalista das pseudo-reviews que aqueles darwinistas escreveram no Amazon. Vejam:

"É difícil para nós paleontólogos admitir que as explicações neo-Darwinistas para a explosão Cambriana falharam miseravelmente... Meyer descreve as dimensões do problema com clareza e precisão. O livro que ele escreveu é arrasador". -- Dr. Mark McMenamin, paleontólogo, Mt. Holyoke College e co-autor do The Emergence of Animals (Columbia University Press)

"O livro Darwin's Doubt representa uma oportunidade para construir pontes em vez de separar - pontes entre divisões culturais com grande necessidade de um diálogo respeitoso e profissional - e pontes para abranger lacunas evolucionárias". -- --Dr. George Church, Professor de Genética, Harvard Medical School

"O livro Darwin's Doubt é a revisão mais actualizada, precisa e abrangente da evidência proveniente de todos os campos científicos relevantes, que encontrei em mais de 40 anos a estudar a explosão Cambriana". -- Dr. Wolf-Ekkehard Lönnig, Cientista Emérito Senior, Max Planck Institute for Plant Breeding Research

"Meyer demonstra, baseado na mais avançada biologia molecular, porque explicar a origem dos animais agora já não é só um problema de elos perdidos, mas um problema ainda maior de engenharia ao nível molecular... Um excelente livro que deve ser lido". --Dr. Russell Carlson, Professor de Bioquímica e Biologia Molecular, University of Georgia

"O livro Darwin's Doubt é uma exploração intrigante de um dos períodos mais notáveis da história evolucionária da vida... Sejam quais forem as convicções de cada um sobre a evolução, Darwinismo, ou sobre o Design Inteligente, Darwin's Doubt é um livro que deve ser lido e discutido". -- Dr. Scott Turner, Professor de Biologia, State University of New York

Ler um pouco do livro online aqui.

      

3 comentários:

  1. 1 - Eu sou ateu - não acredito em nenhum Deus que tenha criado a vida neste planeta.

    2 - (Ainda) não sei como é que o ser vivo (animal ou planta) apareceu.

    3 - O vivo é inteligente (mesmo que não tenha cérebro). Ele adapta-se fisicamente às variações do ambiente.

    4 - A esmagadora maioria dos seres vivos morre ao fim de um certo tempo. Mas essa morte é apena do invólucro. Porque a informação que eles processaram é passada à geração seguinte através da reprodução. Em suma, o ser vivo, de facto, não morre. Uma célula continua viva e funde-se com outra célula do de outro ser vivo do mesmo grupo para dar lugar a um novo adulto.

    5 - A morte (natural) dos invólucros dos seres vivos serve para evoluírem através da sua prole.

    6 - O ser vivo, ao longo da sua vida, vai-se apercebendo das mudanças ambientais e concebe alterações corporais para uma melhor adaptação ao novo ambiente.

    7 - Mas, como adulto, já não consegue modificar a sua estrutura física. Por isso, reproduz-se e depois morre.

    8 - A sua prole já vem com as alterações físicas necessárias à adaptação ao novo ambiente. É assim que a evolução se processa.

    9 - Boa parte dos seres vivos faz parte de um grupo com as mesmas características genéticas - as raças.

    10 - Para manter o homogeneidade do grupo, os seres vivos que fazem pare do mesmo grupo trocam informação através da reprodução. Os novos indivíduos, já com as mudanças projectadas dos seus progenitores, continuam a formar um grupo homogéneo. Se se separar um grupo, colocando, por exemplo, metade dos indivíduos numa ilha e a outra metade noutra, os dois grupos evoluem de formas diferentes.

    11 - O Darwinismo é absurdo - a evolução graças ao acaso é impossível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diogo, li tudo que você escreveu. Contudo, no último ponto, o de número 14, você elucida que a hipótese (não a chamo de teoria) de Darwin, é abaurda e desconsiderável e origem da vida ao acaso, impossível. Contudo, você usa do termo "criação". Para emprego desta palavra em sua terminologia lógica,vejo que para criar, é aceitavelmente mais fácil alegar a existência de um Criador, fundador e desenvolvedor. Mas não estou aqui na função de fundamentar Deus a você, mas o fato é que a complexidade que nos envolve é tamanha, que compreender que existe um Ser, um intelecto por trás de tudo, é sim mais aceitável.

      Excluir





Related Posts with Thumbnails
A origem da vida não é consensual. A evolução dos seres vivos não é consensual. A teoria de Lamarck, a teoria de Darwin, e outras, propuseram a transformação dos seres vivos ao longo do tempo.

Mas o evolucionismo e o darwinismo não explicam de forma satisfatória a complexidade dos seres vivos. A biologia molecular e a biologia celular revelam mecanismos cuja origem os darwinistas nem se atrevem a tentar explicar.


Este blog trata de Design Inteligente, Darwinismo e Teoria da Evolução